Conheça os

Membros

Mais conhecidos como Petianos 🙂

Ronaldo
Arthur Lourenço
Caroline Alves
TulioBardini

Conheça

Nosso time

O que achamos do PET?

Vejo o PET como uma oportunidade única para amadurecimento do petiano na sua área de formação e também como pessoa. As atividades do PET se concentram no eixo ensino-pesquisa-extensão. Em termos de ensino, o mais graficamente para mim é a oportunidade de auxiliar seus próprios colegas nas suas dificuldades de aprendizado. Esse tipo de auxílio, além de enriquecer o conhecimento do petiano, faz ele evoluir em termos de relacionamento interpessoal e liderança.
Ronaldo Mello
Prof. Tutor - Ciência da Computação
No PET, aprendi a buscar ler mais artigos. Para mim, o PET é adquirir e transmitir conhecimento. Uma dificuldade que o PET me ajudou a superar é a dificuldade em conversar em inglês com outras pessoas.
Antônio Montagner
Ciência da Computação
Acho que a principal função do PET é trazer conteúdo do meio acadêmico para fora da universidade, contribuindo para trazer cada vez mais conhecimento para a sociedade. Como contribuição individual o PET auxilia no desenvolvimento pessoal através de trabalhos em grupo, além de trazer mais responsabilidade e introduzir a leitura e desenvolvimento de artigos científicos.
Thiago Chaves
Ciência da Computação
O PET está sendo uma ótima oportunidade enquanto graduando do curso de Computação. O programa nos torna agentes do processo de construção de uma melhor vida universitária, contribuindo tanto com o curso quanto com o desenvolvimento dos petianos. Seja através das pesquisas científicas, dos seminários, da prática do inglês, ou de outras atividades, os laços de empatia e a evolução individual de cada integrante refletem diretamente naquilo que é mais importante, o fortalecimento do grupo.
Cristian Alchini
Ciência da Computação
O PET é uma grande oportunidade. Por meio dele é possível desenvolver novas habilidades e melhorar as antigas, como a comunicação e a autonomia. Além de participar em atividades e projetos que expandirão muito o conhecimento dos alunos. Por meio do PET é possível fazer mais com o tempo de graduação, e adquirir experiências que vão ser úteis dentro e fora da vida acadêmica.
Eduardo Betim
Ciência da Computação
O PET para mim é algo que proporciona experiências acadêmicas incríveis, tanto no aprendizado de novas tecnologias quanto na participação de atividades entre os petianos. Entrei no PET com esperança de aprender algo novo e que eu poderia usar esse conhecimento no meu futuro, que no caso é exatamente oque o PET acabou me proporcionando, algo que eu sei que usarei tanto dentro da universidade, quanto fora dela.
Gustavo Gonçalves
Ciência da Computação
Para mim, o dever do PET é elevar a qualidade acadêmica dos cursos, além de estar levando conhecimento para fora da UFSC também. No PET, comecei a ler artigos científicos sobre computação, que me ajudam bastante durante a graduação. O PET também me ajudou a ter mais contato com outras pessoas no meio acadêmico.
Hans Buss
Ciência da Computação
Mesmo com todo o isolamento devido à quarentena, graças ao PET, às suas conversações em inglês, e às medidas tomadas por todos os participantes, consegui melhorar visivelmente meu inglês, e perdi o medo de falar o idioma. Também estou aprendendo novas tecnologias no laboratório em que estou participando. Acredito que o PET é um grupo que proporciona saber trabalhar em equipe, para seus participantes.
Leonardo Rocha
Ciência da Computação
O PET é um grupo de alunos que de maneira geral visa contribuir com a sociedade, através de trabalhos e projetos desenvolvidos. No grupo, desenvolvemos atividades de pesquisa e ensino, que não só é importante para nosso aprendizado, conhecimento e experiência como também uma forma de ajudar a comunidade e os demais estudantes de computação da Universidade. O PET, para mim, tem um significado de crescimento pessoal, que julgo ser importante para o meu futuro profissional.
Ricardo Giuliani
Ex-PETiano
Ciência da Computação
O PET provê aos seus membros a oportunidade única de trabalhar, estudar, conhecer e se desenvolver nos mais diferentes campos da universidade e dos cursos de SIN e CCO. Em um só lugar você tem a possibilidade de atuar em diferentes projetos de pesquisa, auxiliar alunos e professores em disciplinas da graduação, contribuir e participar de eventos dentro e fora da universidade, assistir e apresentar seminários científicos, praticar a língua inglesa e etc. Há um mundo de possibilidades e você pode escolher o que lhe servir melhor.
Amanda Oliveira
Ex-PETiana
Ciência da Computação
O PET muda completamente a vida do estudante, para mim, pude perceber que passei a desenvolver melhores técnicas de propor novas ideias e também me ajudou a compreender melhor novos pontos de vista. Do meu ponto de vista eu diria que a palavra chave do PET é ajuda! O PET ajuda não só as pessoas de dentro da UFSC, mas também de fora, e isso reflete a importância do PET para a sociedade, e fico feliz de fazer parte de tudo isso 🙂
Luiz Reis
Ex-PETiano
Ciência da Computação
O PET me ajudou a entender melhor o funcionamento da universidade, já que se tem um contato mais próximo aos professores, aos outros pets, e aos laboratório. Também consigo melhorar a minha administração de tempo, que era algo bem difícil de organizar. Acho que a missão do PET, por assim dizer, é melhorar a experiência de estar na universidade, tanto por auxiliar nas atividades dela, mas também por esse aprendizado pros próprios PETianos.
Matheus Bertonceli
Ex-PETiano
Ciência da Computação
O significado do PET, para mim, é ajudar os demais, tanto do PET quanto fora dele, e aprender com eles. No PET, senti uma evolução no âmbito de aperfeiçoar a buscar o conhecimento de forma autônoma, bem como ser fiel ao que me comprometo a fazer. Lá, aprendi a melhor expressar minhas ideias, e falar com os demais colegas sem nenhuma barreira.
Leonardo Vieira
Ex-PETiano
Ciência da Computação.
Para mim, o dever do PET é ser um ponto de referência/encontro dos alunos para quando eles precisarem de ajuda em alguma matéria, ou qualquer coisa relacionada aos estudos. Melhorei em apresentações, visto que sou uma pessoa extremamente tímida, as apresentações internas de artigos, no PET, foi muito bom para mim, nesse sentido. Aos poucos, foi ajudando na timidez. Alguns projetos você pode não ter essa, então acaba ajudando ter experiências que te tiram da zona de conforto.
Thiago Comelli
Ex-PETiano
Ciência da Computação.

Histórico de Integrantes

Tutor(a) Ingresso Egresso
Prof. Maria Marta Leite 1994 1999
Prof Luis Fernando Friedrich 1999 2014
Prof. Patricia Della Mea Plentz 2014 2020
Prof. Ronaldo dos Santos Mello 2020 Presente
Membro Ingresso Egresso
ALISSON GRANEMANN ABREU 2012/1 2013/1
AMANDA MARTINS OLIVEIRA 2020/2 2021/1
ANDRE ALEX ARAUJO SANTOS CAMARGO PEREIRA 2012/1 2012/2
ARTHUR BRIDI GUAZZELLI 2015/2 2018/2
ARTHUR HORTMANN ERPEN 2013/2 2015/1
ARTHUR MESQUITA PICKCIUS 2017/2 2019/1
BERNARDO FERRARI MENDONCA 2013/2 2014/2
BRUNO MARQUES DO NASCIMENTO 2015/2 2016/2
BRUNO MARTINS CROCOMO 2012/1 2014/1
CRISTIAN ALEXANDRE ALCHINI 2020/2 2021/2
DANIEL SCARIOT GUTERRES 2016/2 2018/1
EDUARDO DE MEIRELES KONESKI 2012/2 2013/2
EDUARDO KLOCK DE LEMOS 2014/1 2015/1
EDUARDO VINICIUS BETIM 2020/2 2021/2
EVANDRO CHAGAS RIBEIRO DA ROSA 2015/2 2019/1
EVANDRO SASSE 2014/1 2015/1
EVANDRO SPERFELD COAN 2014/1 2015/1
FABRIZIO MENEZES KRUKOSKI 2014/1 2014/2
FERNANDO BURIGO TEXEIRA 2012/1 2013/2
GEOVANI DA SILVA JUNIOR 2016/2 2017/2
GUILHERME SCHMITT 2013/1 2015/2
GUILHERME SILVA INACIO 2013/1 2013/2
GUSTAVO FIGUEIRA OLEGARIO 2015/2 2016/2
GUSTAVO GONÇALVES DOS SANTOS 2021/1 2021/2
HELENA KUNZ AIRES 2017/2 2019/1
IGOR HENRIQUE GRAJEFE FEITOSA 2013/1 2015/1
IGOR VINICIUS REYNALDO TIBURCIO 2012/1 2013/1
INA SENNA FRANCO 2018/1 2019/1
ION JOSE DE SOUZA NETO 2014/2 2016/1
JESSICA SCHENEIDER SCHMIDT 2012/2 2013/1
JOAO GABRIEL TROMBETA 2018/2 2019/1
JOAO PAULO TAYLOR IENCZAK ZANETTE 2015/1 2019/1
JOAO ROGERIO VIEIRA NETO 2012/2 2013/2
JOSE VICTOR FEIJO DE ARAUJO 2014/2 2015/1
LEO VIEIRA PERES 2012/1 2012/2
LEONARDO VIEIRA NUNES 2019/2 2020/2
LUCAS CAVALCANTE DE SOUSA 2015/2 2019/1
LUCAS PEREIRA ZARBATO 2012/1 2014/2
LUIZ OTAVIO SANTOS REIS 2020/1 2020/2
LUIZ PHILIPI MACHADO DA SILVA 2012/2 2014/1
LUIZA DOMINGUES MEDEIROS 2020/2 2021/1
MARCELLO DA SILVA KLINGELFUS JUNIOR 2013/2 2014/1
MARCO AURELIO LUDWIG MORAES 2016/2 2018/2
MATHEUS BEN HUR DE MELO LEITE 2014/1 2016/1
MATHEUS FELIPE BERTONCELI BUENO 2019/2 2020/2
MAURICIO MACHADO BARBOSA 2016/2 2017/2
NATHALIA DA CRUZ ALVES 2012/2 2014/1
NICOLAS PFEIFER 2013/2 2015/1
OTTO MENEGASSO PIRES 2015/2 2018/2
PAULO ALEXSANDER GODOI LEFOL 2017/2 2018/2
PEDRO JOSE DE CAMPOS 2013/1 2016/1
PEDRO JOSE VIEIRA DE SOUZA 2017/2 2018/2
RAFAEL RICARDO ROCKER DE SOUZA 2015/1 2018/1
RANIERI SCHROEDER ALTHOFF 2014/2 2015/1
RODOLFO WILVERT REITZ 2012/1 2012/2
TARCISIO EDUARDO MOREIRA CROCOMO 2012/1 2013/2
TEO HAESER GALLARZA 2018/1 2019/1
THALES ALEXANDRE ZIRBEL HUBNER 2015/2 2018/1
THIAGO COMELLI 2019/2 2020/2
THIAGO ZIMMERMANN LOUREIRO CHAVES 2020/2 2021/2
WANDER LUIS FRANCELINO 2012/1 2012/2